Walkyria Romano filia-se ao União Brasil de Caiado e racha base de Maycllyn Carreiro, em Morrinhos

18/04/2022 18h20

Da Redação

A filiação ao União Brasil da coordenadora regional de Educação da Região Sul do Estado, Walkyria Helena Romano, foi mal recebida pelos apoiadores mais próximos do ex-deputado, Maycllyn Carreiro (PRTB). Ambos possuem base eleitoral em Morrinhos e faziam parte do mesmo grupo político.

Com a oficialização de Walkyria Romano no partido do governador Ronaldo Caiado, a corrida para representar Morrinhos e Região na Alego ganha novos contornos. De acordo com uma fonte ouvida pelo O Estado de Goiás, as lideranças que acompanham Maycllyn Carreiro já não têm mais certeza de que o jovem político estará na próxima legislatura. “Era líquido e certo que nossa Morrinhos teria o Maycllyn e o Chiquinho [deputado Francisco Oliveira] eleitos este ano. Mas agora com a professora Walkyria no páreo, essa certeza caiu por terra”, avalia. “Isso porque uma candidatura dela deve atrair votos, obviamente, dos apoiadores que estão no grupo deles, que agora rachou”, conclui.

A fonte explica que a base de potenciais eleitores de Walkyria Romano foi formada nos anos em que comandou a coordenação regional da Educação. “Ela é muito querida entre os servidores da Educação, que é justamente um dos pilares dos apoiadores do Maycllyn”, avalia.  “Sem contar que é muito competente e muito querida pelo governador também”, afirma.

Por outro lado, a professora Valkyria tem capilaridade no interior por conta das mais de mil escolas estaduais que já percorreu, explica a fonte. “Tem o discurso da Educação que o governador precisa de uma candidata que vai andar o Estado inteiro, levando o discurso da transformação que o governador fez na Educação para um segmento que é exigente – e a Valkyria cataliza esse sentimento – de a Educação ter um representante de fato para defender os interesses da classe na Assembleia”, aponta.

“Ela também conta com o apoio da secretária Fátima Gavioli. Ou seja, uma candidatura imbatível, além do que vai ajudar demais o governador, levando seu discurso transformador na Educação”, completa.

Pré-candidatura de Walkýria não deve retirar votos de Francisco Oliveira (foto) em Morrinhos | Imagem: Alego

Chiquinho mantém força – Outro representante do município, o deputado estadual Francisco Oliveira (MDB), que também faz parte da base do governador, não deve ser prejudicado com a filiação de Walkyria ao UB. A avaliação é de uma liderança política da região ouvida pela reportagem, segundo a qual a base de votos de Chiquinho em Morrinhos está lastreada no grupo político do ex-prefeito Rogério Troncoso, hoje auxiliar do governador Caiado, e que deixou a prefeitura 2020 com altos índices de aprovação.

“Ademais, o Chiquinho tem uma longa história de trabalho por Morrinhos, com obras, benefícios e emendas que nenhum outro deputado já trouxe pra cá”, avalia. “Por outro lado, lí no mês passado, que o Francisco está trabalhando em 84 cidades e está com 14 prefeitos. Em Morrinhos também tem apoio de vários vereadores e do presidente da Câmara, ou seja, com a base que já tem, deve passar dos 40 mil votos”, projeta. “Outro agravante para o Maycllyn é que suas lideranças são, em sua maioria, de Morrinhos. O que restringe em muito seu potencial de votos”, pontua.

Ainda de acordo com a fonte, deve pesar para os morrinhenses o fato de Francisco Oliveira ser hoje o principal articulador político do governador. “O poder de fogo de um deputado que tem intimidade com um governador conta muito na hora do voto. As pessoas querem um representante que resolve rápido as coisas. Um asfalto novo, uma reforma nas escolas, novas viaturas e efetivo policial para a cidade, ajuda para o empresariado local para gerar empregos, apoio ao produtor. Isso tudo a gente sabe que só vem rápido se tiver portas abertas a tempo e hora no Palácio”, avalia. “E o Chiquinho tem tido essa moral com o Caiado, porque articulou com o Daniel Vilela e com Jânio Darrot irem para a base do Caiado, articulou a votação de projetos importantes para o governo na Assembleia. Isso demonstra o quanto o governador tem estima e gratidão pelo Chiquinho pela atuação dele para a governabilidade”, conclui.

Grupo rachado – A notícia da filiação da professora Walkyria ao União Brasil promoveu uma corrida de lideranças do grupo que milita Walkyria Romano e Maycllyn Carreiro a dois institutos de pesquisa muito requisitados em Morrinhos e região. A dúvida dos apoiadores é agora mensurar qual tem mais potencial de votos no município.

“O momento de se posicionar por um ou por outro é agora”, projeta a fonte. “Se a tendência dos votos pender mais a favor da Walkyria, dificilmente o Maycllyn conseguirá manter a coesão no grupo. Afinal, sem mandato, fica difícil fazer política”, pontua. “E no caso do Maycllyn ainda há um agravante terrível para as pretenções dele nesta eleição. Três deputados com mandato migraram para o partido dele, o PRTB: Coronel Adailton, Wagner Neto e Júlio Pina. E esse é um fator que pode desidratar ainda mais a pré-candidatura do Maycllyn indiscutívelmente”, avalia.